Como lucrar no mercado de roupas e artigos esportivos

O mercado de roupas e artigos esportivos vem apontando resultados bastante positivos nos últimos anos. Com a popularização da prática de exercícios físicos, o setor vem demonstrando que os consumidores estão dispostos não apenas a suar a camisa, mas também investir em roupas especiais que ofereçam conforto e estilo.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria do Esporte (Abriesp), mais de sete mil lojas especializadas movimentam cerca de R$ 5 bilhões ao ano, somente no varejo.

Para quem quer lucrar com esse mercado, é importante enxergar algumas oportunidades e investir em tecidos inteligentes, modelagem especial e, principalmente, em funcionalidade e estilo.

No país do futebol, os consumidores estão correndo

Embora no Brasil o esporte mais popular seja o futebol, a corrida vem se mostrando a fatia mais atrativa e com melhor retorno do mercado de roupas e artigos esportivos.

Segundo dados da Abriesp, o aumento do numero de corredores vem fomentando a ampliação da participação de lojas especializadas no ramo. Desde 2012, a associação constatou que o mercado só cresceu em números expressivos.

Boa parte dos corredores não economiza na hora de investir em tecidos inteligentes e modelagem especializada, em especial pela melhoria do desempenho que o vestuário proporciona.

Esporte e moda: uma união certeira

Quem quer de fato investir nesse mercado, no entanto, não deve se ater apenas à qualidade e a finalidade do produto. Grandes marcas já ditam a tendência de unir a moda ao vestuário esportivo, uma ideia que vem encontrando cada vez mais adeptos.

Estilistas contratados buscam inspiração nas quadras, campos e academias para criar modelos que atendam às necessidades de quem pratica atividades físicas sem descuidar do charme. Grandes marcas como Nike e Adidas chegaram a firmar parcerias com estilistas famosos para suas novas coleções. E o melhor: estão fazendo sucesso.

Porque não acessórios?

Uma linha de produtos pouco explorada pelos fabricantes são os acessórios. Luvas, bolsas, cartucheiras, porta MP3 e porta celulares estão com grande demanda e podem apresentar bons números tanto para o fabricante quanto para o lojista. Quem quer lucrar pode apostar nesse pequeno nicho.

Estampas, estampas e mais estampas

Outra tendência que vem mostrando bons resultados e pode ser bastante lucrativa é o investimento em estamparia.  Além de ir ao encontro da moda, as estampas contam com tecnologias que não prejudicam a funcionalidade do vestuário.

Se antes as estampas eram mal vistas pelos esportistas, pois costumava tornar o vestuário menos respirável, hoje já é possível encontrar técnicas no mercado que acompanham a inteligência dos tecidos próprios para a prática de esportes. Além de trazerem mais personalidade para o vestuário esportivo, novas tecnologias são capazes de trazer estampas respiráveis e altamente resistentes a diversas lavagens. Um dos exemplos de tecnologia para a estamparia é o Soft Touch 3D, que além de respirável, é uma estampa macia e bastante atraente. O Soft Touch 3D pode ser aplicado em diversos tipos de tecidos, como algodão, poliéster, lycra e outros, além de contar com texturas duráveis e um efeito tridimensional. O acabamento pode ser tanto brilhante como de tecido.

Você tem outras dicas para lucrar no mercado de roupas e artigos esportivos? Compartilhe-as com a gente nos comentários abaixo!

E-book: 5 Erros Fatais de uma Estamparia e como evitá-los

Summary
Como lucrar no mercado de roupas e artigos esportivos
Article Name
Como lucrar no mercado de roupas e artigos esportivos
Description
O mercado de roupas e artigos esportivos vem apontando resultados bastante positivos nos últimos anos. No post mostraremos como lucrar no mercado de roupas.
Author

Deixe abaixo seu comentário